Plataforma vibratória e Pilates qual escolher

As pessoas que procuram por melhorar o seu nível de saúde procuram constantemente por novas formas para o fazer, e neste campo o exercício físico é um aliado importante. O primeiro passo passa por escolher o tipo de exercício que vai fazer.

No caso das pessoas que gostam do método Pilates e já ouviram falar acerca dos efeitos da plataforma vibratória podem ficar tentados a mudar. Para o ajudar nessa escolha fazemos uma comparação.

Qual o melhor método o Pilates ou a Plataforma vibratória?

Para responder a esta questão vamos analisar cada um deles em separado.

As plataformas vibratórias actuam sobre os músculos sobre a forma de estímulos vibratórios que obrigam os músculos a contraírem-se para se adaptarem ao desequilíbrio causado pela vibração. Em comparação, uma sessão de exercício físico e uma sessão de exercício com plataforma vibratória, o primeiro caso apenas usa 30 a 40 % dos nossos músculos.

Quanto ao segundo com a plataforma os músculos são usados numa percentagem que ronda os 95%.

Outros dos pontos a favor é o tempo necessário para obter os resultados esperados, pois em apenas 30 minutos de vibração e três dias por semana é possível obter o mesmos benefícios que hora e meia de exercício físico com o Pilates as mesmas vezes por semana.

A sessão de treino neste aparelho é tudo menos aborrecida pois cada posição sobre a plataforma é apenas mantida por 30 a 60 segundos e são exercícios que obtém resultados rapidamente e de forma fácil.

O único ponto contra face ao pilates pode ser apenas a plataforma vibratória não permitir um treino cardiovascular com o seu benefícios para a saúde.

 

O método Pilates

Para quem já ouviu falar dos benefícios do método pilates e se encontra indecisa acerca da sua escolha vamos aqui abordar dos factores a favor e contra face à plataforma Vibratória.

O pilates é um exercício muito completo que obriga a trabalhar todos os nossos músculos e treina grupos musculares específicos e implicam movimentos repetidos e precisos com a ajuda de máquinas de musculação .
pilates
Já existem casos em que alguns dos movimentos do Pilates são efectuados sobre a Plataforma Vibratória com resultados satisfatórios e nesse caso para quem pode optar pelos dois métodos é uma boa opção.

Este método implica mais tempo de exercício face ao seu oponente pois vai ter de fazer cerca de 3 sessões por semana durante uma hora.

Para quem já experimentou ,pode defender a seu favor que, é possível obter rapidamente um corpo  com um aspeto tonificado e eliminar aquela barriga que está  a mais ,e em muitos caso fortalece os seus músculos  e vai evitar lombalgias.

 

Um aspecto que pode afectar algumas pessoas face a outros exercícios é o facto de ser eminentemente anaeróbio e logo não vai conseguir queimar tantas calorias do que conseguiria com um exercício cardiovascular/ aeróbio.

 

No entanto para quem está contra-indicado a Plataforma vibratória o método de pilates é melhor pois não possui qualquer contra-indicação para saúde.

 

Deixar Comentário